Nesse carnaval, deixe o machismo do lado de fora da folia!

By | 10:20:00 Leave a Comment

Estamos às vésperas de uma das maiores festas do ano no Brasil. São dias de samba,de pagode, sertanejo, funk e tudo que tiver de mais animado. São dias de serpentina,máscaras, confetes, muito brilho, luzes e fantasia. O carnaval é uma das melhores épocas do ano pra quem gosta de festejar.

Infelizmente durante essa época do ano as mulheres sentem na pele uma violência ainda mais intensificada do que no resto do ano. Sabemos que no nosso país a violência contra as mulheres é frequente, naturalizada e mascarada, uma vez que as grandes mídias não mostram a real situação das mulheres no dia-a-dia do nosso país. Durante o carnaval é inegável que essa violência exista. O povo está todo concentrado em algumas partes da cidade para um mesmo evento e o número de mulheres vítimas é alto o suficiente para ser praticamente impossível passar um dia fora de casa sem ver ou sofrer algum tipo de abuso e violência, seja ela moral, física ou psicológica.

O número de estupros é ainda maior nesse período do ano, os machistas se sentem no direito de abusar das mulheres que estão na folia e tentam botar a culpa nas roupas que vestem ou na bebida alcoólica que elas consumiram – e por outra vez, a bebida também é usada para justificar a violência cometida pelo homem bêbado. Ou seja, a mesma bebida que justifica a violência do homem, condena a mulher pela violência sofrida.

Por isso é necessário fazer desse momento mais um momento de combate ao machismo, divulgando o 180 (telefone para denúncias de violência contra a mulher), ajudando-as mulheres que estão passando por alguma situação de machismo e aos homens cabe também ser conscientes e não assediar mulheres. A festa é pública! O corpo delas não! Com copo ou sem copo na mão, sim é sim e não é não

Texto:Rafaela Corrêa
Secretária Geral da AERJ
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: