“Os preconceituosos ladram, mas a Majuzinha passa"

By | 13:57:00 Leave a Comment
             Maria Júlia Couto, ou “Maju”, jornalista e apresentadora da previsão do tempo no Jornal Nacional, mais uma vítima do racismo “não existente” do Brasil. Um país onde muitos fecham os olhos e relativizam toda tentativa de discriminação racial, com justificativas sem nexo para que aceitemos esse tipo de agressão. Mas não nos calaremos diante de todos esses ataques, não só no caso da talentosa jornalista, mas sim em TODOS os casos de racismo que acontecem no dia-a-dia.

             O povo negro é minoria representativa nos lugares que também são nossos por direito, como as mídias, âmbitos de poder e universidades, áreas onde DEVEMOS estar, e quando uma negra consegue alcançar toda essa visibilidade, muitos se incomodam e buscam de toda forma nos repreender e colocar-nos em posição de inferioridade. Mas nós manteremos a nossa cabeça erguida, nossa cultura,  nossa cor e a nossa luta sempre viva para que todo tipo de racismo seja desconstruído e tenhamos mais uma sociedade mais justa e igualitária. Imagine quando todos esses racistas perceberem que mais da metade da população é negra...

“Tem que acabar com esta história de negro ser inferior. O negro é gente e quer escola, quer dançar samba e ser doutor.”


Cleber Rodrigues
Militante da União da Juventude Rebelião
Militante da AERJ na Região dos Lagos

A Associação dos Estudantes Secundaristas do Estado do Rio de Janeiro repudia toda e qualquer atitude racista! 
AERJ Contra todo tipo de opressão!


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: