Herói meliante

By | 10:00:00 Leave a Comment
               Depois de ver o assasino Thor Batista ser absolvido e de ter que viver com a noticia que o ativista Rafael Braga ainda está preso por portar uma garrafa de Pinho Sol me veio na cabeça várias formas de me manifestar contra mais esse episódia dessa sociedade falida e juntei indignação com um pouco de inspiração e ai estã o resultado.
               Lhes apresento minha nova poesia:

Herói meliante

Cabeça fora do lugar
pensando no noticiário
Bem perto balas a pipocar
viram poesias no meu imaginário.
Porque é tão difícil ser eu?
Ser pobre, favelado e preto
Ser eu no contexto da história inteira
Existem "eus" que moram no gueto
E outros moram na Figueira.
Alguns "eus" vivem fugindo
tem que fugir a todo instante
Com a gente não tem conversa
até "Pinho Sol" vira flagrante.
Será que é minha cor?
Isso é intrigante
sempre me confundem
com algum traficante.
Será meu cabelo?
Meus olhos? Minha boca?
Não sei o que é
Só sei que não posso dormir de toca.
Será que eu pareço vilão?
Acho que seria melhor
se eu fosse um Super Herói
Meu nome podia ser Thor.
Se eu fosse esse tal de Thor
Nunca seria confundido
Nem se fosse ativista
Porque hoje conta mais que caráter
Ser da família "Batista".

Rafael Araújo 
Presidente da AERJ
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: