ESTUDANTE DO CPII - REALENGO DENUNCIA: "A NOSSA SOCIEDADE ATUAL SÓ SE MANTÉM DEVIDO AO MEDO"

By | 15:26:00 Leave a Comment
     "A minha alma tá armada e apontada
Para cara do sossego!
Pois paz sem voz, paz sem voz
Não é paz, é medo!" (O RAPPA)


A unidade do CPII de Realengo tem uma tradição, os alunos tem que se levantar quando o professor chega em sala. Por se tratar de uma tradição e não de uma obrigação, e entender que o ato de se levantar é um ato de submissão, alguns alunos da unidade se recusaram a se levantar. Esses alunos tem sido reprimidos pela direção do colégio.

Para alguns isso é uma questão de respeito, mas você pode não levantar e respeitar o professor, assim como, você pode levantar e não respeitar o professor durante a aula, o que demonstra que levantar ou não, não afeta no nosso respeito pelo professor. O que pode parecer uma pequena coisa vai muito além do que o imaginável, pois os alunos não levantam por respeito, mas sim por MEDO, por ORDEM, por REPRESSÃO. Enfim voltando para o fato do dia 26/04:

Um professor de geografia do 9º ano tem o hábito desde o primeiro dia do nosso primeiro ano de aulas no CPII (ele nos dar aula há 3 anos seguidos) de chegar na sala e ficar em pé na porta exigindo que todos levantem e deixa os alunos "plantados" em pé até a sua boa vontade se satisfazer. Será que isso ainda é respeito? Será que eu mereço respeitar uma pessoa que não tem a mínima consideração por seus alunos (chuta a porta na cara de aluno, tacar caneta no chão por se estressar, berra...), merece o meu respeito?

Então, hoje durante a entrada do professor (momento que ele fica em pé olhando todos em pé) após levantarmos e termos esperado um tempo, nós decidimos que não iriamos mais ficar naquela situação de "subordinação" completamente sem graça, decidimos sentar na cadeira. E o professor após perguntar se nós continuaríamos "com aquela maricagem, se a gente continuaria com aquela palhaçada"(palavras dele) mandou todos para a Direção, pois era, segundo ele, uma atitude gravíssima que nem deveria passar pelo SESOP (uma espécie de setor de orientação) e sim pela direção. Será que isso é respeito? Ou uma repressão?

Além disso tudo, após tempos na direção numa espécie de interrogatório das histórias de Kafka, eles tentaram ao máximo fazer a gente perde nossos argumentos com longas perguntas (e falando diversas vezes que estávamos errados a todo custo). No final estávamos nervosos (inclusive fazendo a menina que estava conosco chorar), levamos advertência, nossos nomes foram fichados, não podemos assistir à aula e ficamos com conceito ZERO nos 3 pontos de trabalho, mesmo entregando-os.

O nosso "protesto" não foi pelo fato da tradição, mas sim pela obrigação que criaram nisso e os métodos de repressão por eles aplicados (queremos liberdade de escolha!!!).

Será isso tradição? Será respeito? Ou será medo de uma repressão?


"A nossa sociedade atual só se mantém devido ao medo"
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: