Carta de um aluno do Colégio Sarah Kubitschek a AERJ

By | 09:06:00 1 comment

Rio de Janeiro 25 de março de 2012

 Sou aluno do Instituto Educacional Sarah Kubitschek-Campo Grande, e ainda não assisti a uma aula de português. Bem estou aqui para falar da situação do meu colégio, as provas bimestrais começam dia 9 de abril e ainda não tive uma aula sequer de português e nem de matérias pedagógicas que eu deveria ter. Sou do curso normal que agora institui o horário integral, não teremos mais 4 anos de formação . Passo a maior parte do dia na escola o que não é muito bom, porque além de desgastante temos que contar com a péssima alimentação da escola. Meu colégio ainda não tem grêmio, por tanto os alunos não tem voz no colégio, e  na maioria das vezes quando queremos resolver um assunto, temos que esperar horas para falar com a diretora, e na maioria das vezes não somos atendidos. .
 Por tanto não sabemos até quando ficaremos sem professor, nem quando a situação vai melhorar na escola. No entanto, tenho convicção que esse ano vai mudar montarei um grêmio com amigos e representantes de turma para que os alunos tenham voz, será um trabalho difícil. Pois a diretora é conhecida por seu autoritarismo. Mas com garra, nós alunos do IESK conseguiremos alcançar nosso objetivo de ter melhores condições de estudo.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Gostei ! exatamente assim , também sou aluna do IESK e dessa mesma turma , acho que até abril não ter um professor de português e muitas das matérias pedagógicas é um absurdo !

    ResponderExcluir